Nova Lei AL | Livro de Informações

A 21 de Outubro de 2018 entrou em vigor a Lei 62/2018, que atualiza a regulamentação da atividade de alojamento local, e sob o seu artigo 12º passou a ser obrigatório cada unidade ter um “Livro de Informações” sobre o funcionamento do estabelecimento e respetivas regras de utilização interna. Para responder este novo requisito legal no WAM desenvolvemos uma versão personalizada do Livro de informações do Alojamento Local para cada estabelecimento que possuam. 

7 coisas que pode fazer para aumentar as reservas apesar de surto de Covid-19

O surto de Covid-19 e as medidas que foram aprovadas pelo governos por todo o mundo, estão a afetar o setor do turismo e, mais importante, o setor de AL. Embora entendemos o quão preocupantes são estes tempos, acreditamos que a crise do Coronavírus é um revés temporário e recomendamos aos proprietários de AL que começam a preparar-se para quando tudo voltar ao normal (esperemos que em breve!). Já que estão em casa, aproveitem esse tempo para analisar o seu negócio e várias maneiras de o melhorar.

Limpeza de colchões

A limpeza é um dos fatores de qualidade mais apreciados pelos turistas e clientes nos estabelecimentos de hospedagem. Os colchões são utilizados por muitas pessoas num curto espaço de tempo, acumulando mais facilmente suor, células mortas da pele e até inúmeros ácaros, fungos e bactérias, responsáveis por vários problemas respiratórios e alergias.

Fundo de Eficiência Energética

Com as temperaturas a descer, surgem novamente as necessidades de isolamento térmico e aquecimento. Porque talvez não seja de conhecimento geral, hoje deixamos ficar a informação acerca do FEE (Fundo de Eficiência Energética). O FEE é um instrumento financeiro que tem como objetivo, entre outros, incentivar a eficiência energética, por parte dos cidadãos e das empresas, através do apoio a projetos de eficiência energética.

Nova lei AL | Mais poderes aos condomínios

A nova lei reforça os poderes dos condomínios e das câmaras municipais no que toca à aprovação da exploração de unidades de alojamento local. Em suma, os donos passam a ser mais vigiados e os condóminos, mediante uma queixa fundamentada ao município, poderão conseguir levar ao fecho de um destes estabelecimentos.